sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Saúde: Uma em cada cinco pessoas têm a alergia ocular

               
As alergias oculares que são comuns e que afetam uma em cinco pessoas, que coloca em causa a qualidade de vida.
São provocadas pelos meio ambiente, pelos medicamentos, pelos produtos cosméticos, pelos produtos usados nas lentes de contacto ou das questões genéticas, as alergias oculares que não devem ser desvalorizadas de quem tem.
Com problema da alergia ocular, para um acompanhamento médico que é fundamental para o diagnóstico e para o tratamento do problema.
A comichão, o ardor, o lacrimejo, a sensibilidade à luz, a edema da conjuntiva e a inflamação que são um dos sintomas e que deve ser na hora de avaliar a alergia, que são mais comuns a conjuntivite alérgica.
Na época pólinica que devem usar os óculos escuros a (100%) de filtração ultravioleta e a evitar andar ao ar livre nas primeiras horas da manhã, nos dias ventosos ou quentes e secos, nos espaços relvados ou a cortar a relva.
Nuno Costa, Lamego

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Regulador: A TAP está impedida de cortar as rotas sem a autorização

                
Com o corte de nove rotas da TAP que já não pode avançar. A Autoridade Nacional da Aviação Civil que impõs um travão das decisões que eram tomadas pelos novos donos privados da companhia, que existem dúvidas para quem manda na TAP: se o Humberto Pedrosa, o empresário portugues, se o David Neeleman, o norte-americano.
Com esta decisão que não tem qualquer efeitos retroativos, os aviões que foram encomendados pelos os novos donos da Airbus que são a matéria fechada. O regulador que tinha uma palavra a dizer sobre as decisões, que ainda não foram executadas. Está em causa, a suspensão das novas rotascerca de 4 para o Porto, para Milão, para Barcelona, para a Roma e para Bruxelas e cerca de 5 para Lisboa.
Foi assinado um contrato da compra e da venda de cerca de (61%) do capital da TAP entre o anterior Governo PSD/CDS-PPque é liderado pelo Passos Coelho, com os responsáveis do consórcio Gateway com o David Neeleman e o Humberto Pedrosa.
Nuno Costa, Lamego  

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Se: E se

                 
E se o desporto fizesse parte do quotidiano de cada um. E se a leitura fosse um hábito que é adquirido e que fosse praticado. E se a responsabilidade fosse sempre assumida, das boas e das más decisões.
E se a solidariedade que tornasse um ato natural, diário. E se a nossa história fosse conhecida, que fosse reconhecida e se fosse assumida em todas as situações. E se a arte fizesse parte de todos os momentos...
E se a tolerância, a produtividade, o desenvolvimento, o consenso, a verdade, a liberdade e a defesa da inteligência e da justiça que tornam-nos num País melhor, mais feliz, mais coeso e mais imparável.
Nuno Costa, Lamego

terça-feira, 23 de agosto de 2016

O Governo de António Costa é legítimo será que vai durar

               
Cerca de (53%) dos portugueses dizem que é legítimo, cerca de (52%) é instável, cerca de (54%) que vai ser de curta duração. Com as expectativas dos portugueses em relação ao Governo de António Costa, com os apoios do PS, do BE e da CDU e os Verdes.
Cerca de (44%) que consideram que as soluções são negativas e cerca de (40%) que é positiva, cerca de (43%) que classificam que não são crediveis, cerca de (39%) que acreditam na sua credibilidade. Os cerca de (51%) que acreditam que o Governo vai cair antes no fim da legislatura, cerca de (32%) a ação do novo Presidente da República, cerca de (27%) com aliança conjuntura dos deputados, cerca de (10%) a demissão do primeiro-ministro.
Cerca de (57%) que acreditam uma solução positiva, cerca de (51%) é credível e cerca de (64%) é legítimo, os que acham que o Governo de António Costa que é estável é cerca de (47%) e cerca de (43%) é douradoro, no caso dos comunistas dividem-se ao meio: cerca de (39%) que acreditam que será de curta duração.
Nuno Costa, Lamego

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Relatório Europeu: Está a aumentar as mortes de overdose das drogas

                   
Num espaço de um ano, houve mais 10 mortes de overdose das drogas, em Portugal. Portugal está abaixo da média de uma União Europeia, que não para de crescer o consumo de estupefacientes, de heroína, de canábis e de ecstasy. Os jovens estão a ser usados como os cobaias das novas substâncias psicoativas.
Cerca de 21 pessoas que faleceram em Portugal de overdoses das drogas. Em 2014, morreram na Europa cerca de 6.800 pessoas no consumo excessivo de estupefacientes.
Cerca de (1,2%) o consumo de cocaína dos consumidores entre os 15 anos e os 64 anos, cerca de (9,4%) e cerca de (0,5%) de anfetaminas. O ecstasy teve uma subida ligeiramente, cerca de (3,6%) para cerca de (3,9%) dos consumidores entre os 15 anos e os 64 anos. Está em queda o número dos diagnósticos de VIH/SIDA do consumo das drogas: que passou cerca de 7,4 casos por milhão de habitantes para cerca de 3,8 casos.
Nuno Costa, Lamego

domingo, 21 de agosto de 2016

Concurso: O Audi é substituido com os certificados de cerca de 35 mil euros

              
Os Audi A4 que vão ser sorteados na Fatura da Sorte que vai sair de cena para dar lugar a um prémio de cerca de 35 mil euros nos Certificados do Tesouro Poupança Mais. Os vencedores que vão ter que cumprir um enquadramento legar para os titulos da dívida pública, que só vão poder levantar o dinheiro no final de um ano.
Com o incentivo para os consumidores para continuarem a pedir as faturas com o número dos contribuintes, que vai continuar a ser elegiveis todas as compras dos serviços ou de bens.
De excentuar o prémio e a hora da trânsmissão do concurso, com os restantes procedimentos que vão manter-se sem as alterações. A Fatura da Sorte que vai continuar a ser anual e a ter dois sorteios extraordinários, que vão ser atribuidos três prémios de cada vez.
Com os cerca de 35 mil euros do prémio semanal e os cerca de 50 mil euros do sorteio extraordinário e que conta o valor da aquisição do carro para o Estado e os contribuintes recebem que optam por vender o carro, que o recebem. A nova versão do concurso, as pessoas que vão continuar a ser contactadas pela a Autoridade Tributária, com a abertura da conta para os certificados de aforro que é efetuada pelos serviços das Finanças.
Com este produto de poupança que vai oferecer uma taxa de juro mais generosa do que os depositos a prazo. A taxa de juro média que é nula e os certificados é cerca de (2,25%).
Nuno Costa, Lamego

sábado, 20 de agosto de 2016

Poupança: Quem será mais barato para os pais: Uma filha ou um filho?

                 
É uma das perguntas sensíveis, nos quatro cantos da Terra, há pais, há especialistas financeiras e os economistas a faze-la: quem sai mais barato, ter uma filha, ou ter um filho?
Com a diferença dos custos entre as raparigas e os rapazes que repetem-se, as conclusões que são para todos os gostos.
Para além da maquilhagem, com os produtos usados pelas raparigas e pelos rapazes que são sempre mais caros na versão feminina: nos cortes de cabelo e na roupa, nos produtos cor de rosa que acabam por trazer as maiores penalizações. Os pais que comprem os brinquedos, as roupas e os outros acessórios para as crianças de cores neutras, que permitem a utilização pelas filhas e pelos filhos e que são sempre mais baratos.
Nuno Costa, Lamego